A Fototerapia oferece diversos benefícios tanto terapêuticos como estéticos, porém nos últimos anos, com o surgimento de novas tecnologias de Fototerapia para o segmento da estética, os protocolos de rejuvenescimento ganharam espaço nas clínicas estéticas e na preferência das mulheres.

A Fototerapia não é invasiva e não causa aumento da temperatura da superfície da pele. Seu uso permite resultado gradativo, seguro e indolor, além de oferecer excelente resultado por atingir as camadas mais profundas da pele permitindo a estimulação e reparação tecidual.

 

Os tratamentos faciais estéticos por Fototerapia utilizam três cores de luz e cada uma traz um tipo de benefício à pele.

 

Vermelha: tem ação bioestimulante e regeneradora, que promove o rejuvenescimento das células. É muito utilizada para combater as linhas de expressão e a flacidez porque estimula o colágeno.

 

Azul: é excelente para o tratamento de peles acneicas, possui comprimento de onda favorece a ação bactericida e oxigenante

Amarela ou âmbar:  tem ação drenante. Ela melhora a circulação sanguínea e linfática, diminui edemas, estimula a hidratação e tem efeito calmante, sendo indicada para peles sensíveis ou para quem tem problemas como a rosácea.

 

A aplicabilidade do LED é vasta, hoje, existem estudos comprovando tratamento para acne, rejuvenescimento, manchas entre outros. A Fototerapia só pode ser feita, no máximo, três vezes por semana, em dias alternados e de 15 a 30 minutos por sessão.